Crescendo no poker

    • Crescendo no poker

      Blog criado. Nele postarei a evolução do meu jogo, meus estudos e meus resultados.

      Espero que gostem!

      "O começo

      Primeiramente gostaria de me apresentar. Meu nome é Danilo Arcaro Dias e meu nick no Pokerstars é DaniloArcaro. Tenho 21 anos e jogar poker é uma das minhas atividades preferidas.

      Sou estudante de engenharia e comecei a estudar/jogar poker de maneira mais séria a cerca de um ano após algumas palestras do André Akkari em minha faculdade.

      Por fazer um curso trabalhoso, fica meio complicado ser um jogador muito regular, mas aproveito minhas pausas para melhorar meu jogo, estudar algumas técnicas e jogar um pouco.
      No momento o poker para mim é visto como algo para ter uma renda extra, mas pretendo me tornar mais regular com o passar do tempo e investir mais tempo nesta atividade.

      No começo não estudava muito, apenas jogava, o que fez com que eu zerasse meu bankroll. Após isto, passei a controlar mais minha banca e investir mais tempo nos estudos para ter um jogo sólido e centrado no resultado positivo.

      Na maior parte das vezes faço sessões de sit n' go, focando nos menores formatos possíveis, com apenas uma mesa, pois após alguns testes percebi que era mais eficiente neste tipo e conseguia bons resultados na maioria das vezes. As vezes jogo torneios maiores, para tentar buscar um resultado mais expressivo. Com o tempo pretendo mesclar os dois tipos de torneios e conseguir ser bastante lucrativo.

      A cada nova postagem vou tentar falar um pouco de assuntos que fazem parte do dia-a-dia do meu jogo e acho que também da rotina de qualquer outro jogador."

      The post was edited 1 time, last by daniloarcarodias ().

    • Nova postagem no blog!

      Hoje falei um pouco sobre o famoso 'tilt' e como ele afeta nosso jogo e resultados.

      Espero que gostem.

      "Tilt - Perder a cabeça não é o melhor caminho

      Muitas vezes entramos em uma jogada sem pensar direito ou fazemos algo totalmente ao contrário do que tanto estudamos e normalmente fazemos nas mesas que jogamos. Isso acontece na maioria das vezes depois de alguma decepção em uma mão jogada, principalmente quando esta mão já era dada como ganha e estávamos apenas nos preparando para puxar as fichas e aumentar nosso stack.
      O momento de maior frustração é quando o oponente mostra uma mão melhor que a sua e que você nem imaginava, ou imaginava e tentou ignorar esta alternativa para acreditar ainda mais na sua mão.
      O que acontece depois é o principal motivo de saidas precipitadas de torneios: a cabeça quente depois de uma mão mal jogada. Quando você está neste estado, para de pensar racionalmente no que deve fazer e apenas faz o que pensa que talvez faça sentido fazer, mas isso provavelmente não vai fazer tanto sentido na hora que decidir rever a mão e entender o motivo de ter caído. Quando estamos passando por um tilt, tratamos qualquer Ax(o) como AA ou KK, assim como qualquer outra mão que não tenha uma explicação para ser jogada fora de posição, uma mão que deveríamos foldar em qualquer situação.
      Tudo isso acontece porque o jogador tenta se recuperar do erro anterior em apenas uma jogada, mas isso acaba tendo efeito totalmente contrário, custando sua participação no resto do torneio.
      No momento que perceber que está perdendo o controle de suas ações, deve-se parar para pensar, respirar e depois voltar para o jogo tentando realizar tudo racionalmente, não da maneira que sua raiva disser que deve ser feito.
      Todo jogador deve se policiar para não deixar que o tilt seja constante em sua vida, pois isso pode (e vai) afetar seus resultados a médio e longo prazo, fazendo com que não seja um jogador tão lucrativo quanto se esperava."

      The post was edited 1 time, last by daniloarcarodias ().

    • " A arte do fold

      Muitas vezes entramos em uma mão e logo depois nos arrependemos ao perceber que a melhor coisa seria ter foldado e partido para a próxima, mas muitas vezes damos muito valor a uma mão que apenas nos ilude e nos faz quebrar a cara, também em algumas vezes faz com que nossa vaga no torneio vá por água a baixo. Isso acontece porque muitas vezes não adequamos nosso range ao momento do torneio. A principal ideia de um torneio é ficar itm e depois disso, partir para a grande cravada, mas para isso não podemos nos dar ao luxo de cair no começo do torneio e perder a chance de ganhar algo. A melhor ideia é ser o mais cuidadoso possível e jogar apenas mãos que temos plena certeza de que podemos jogar por valor, pois um blefe neste começo pode ser muito arriscado e puxar fichas com um jogo forte é o mais aconselhável. Com o passar do tempo, o field vai diminuindo e os blinds aumentando, com isso deve-se tornar-se mais agressivo para não ficar muito short e virar uma presa fácil na mesa. Chegando perto do final, você deve se tornar o agressor e aproveitar todas as oportunidades de roubar os blinds, principalmente quando já estiver itm, quando é a hora de focar na cravada e atropelar quem sobrou na mesa. Se seguirmos essa linha, tomando cuidado no começo e passando a agredir mais conforme o torneio se encaminha para o fim, é muito provável que no longo prazo seremos mais lucrativos do que quem não se importa com isso e joga apenas por instinto. "
    • "Testes no cash game

      Nessa semana que se passou resolvi fazer alguns testes e jogar um pouco de cash game, tanto pela curiosidade como também pela falta de tempo para disputar torneios completos como de costume. No começo foi meio complicado me acostumar com a dinâmica do jogo, pois os blinds nunca mudam e você não consegue manter aquela estratégia de um inicio tight e ir se tornando mais agressivo conforme chega perto da zona de itm e depois da cravada. Você precisa se vigiar toda hora para ser agressivo em mãos que consegue extrair algum valor decente dos outros jogadores e ter calma jogando draws e esperando as brocas, tentando não abusar desta ultima situação, pois pode lhe custar uma boa parte de sua banca. Mas a parte boa dessa não alteração dos blinds é que se sua mesa for meio passiva, você consegue ver uma maior quantidade de flops e as chances de trincar tendo um pocket pair ou acertar um par alto ou um draw é bem maior também. Para me situar melhor no jogo, acompanhei os torneios de um cara chamado 'royalsalute', também li partes de seus livros, que hoje são bem comentados no mundo do poker, porque ele tem se tornado um grande nome no brasil e aos poucos sendo reconhecido também fora dele. Mesmo achando esse tipo de jogo muito interessante, não pretendo continuar com ele, pois me sinto travado quando não existe uma estimativa de fim do torneio, e parece que quando não vejo o field diminuindo com o passar das mãos, a vontade de seguir jogando vai ficando menor. Nessa proxima semana vou focar na leitura de novos materiais e aplicação dos conceitos absorvidos em SnG e MTT. "
    • Essa semana foi meio parada em relação ao volume de jogos, participei apenas de alguns torneios mtt e aproveitei para estudar estratégias pós flop, atualizar minha ideia de ranges para cada tipo de situação e ver em qual field eu me saia melhor. Participei daquele tornieio common cents de $ 0,01 e consegui arrancar $ 1,00 deles, o que deu pra me aventurar um pouco nos micro limits e alguns sngs mais fracos, mas entre os diversos torneios, acabei ficando na mesma, praticamente sem lucro ou perda de banca. Na próxima fase quero ver como me saio aumentando o volume de jogo nos pequenos limites e depois diminuindo o volume e aumentando o valor dos torneios, pra ver em qual sou mais lucrativo e em qual me sinto mais a vontade para jogar bem. Tenho sentido bastante diferença em relação a minha colocação nos torneios, na maior parte deles venho ficando itm sem muita dificuldade, muito diferente de algum tempo atrás.
    • Durante esses ultimos dias percebi uma evolução na parte final do meu jogo, quando consegui ficar itm em praticamente todos os torneios que joguei e muitas vezes chegando perto da cravada, que infelizmente não veio. Mas hoje depois de um tilt forte eu fechei as telas e fui descansar um pouco para não perder tudo o que tinha ganhado com todo o trabalho dos dias anteriores. Estou começando a não sentir pena de foldar mãos fortes diante de algum raise duvidoso ou depois de vários raises dos players da mesa. Acho que essa é a parte principal que devo aperfeiçoar para continuar tendo resultados ainda melhores, porque depois de segurar uma mão forte, mas fraca para o bordo, posso ter jogado todo meu torneio no lixo e minha chance de cravar. Tenho me policiado bastante a respeito disso e espero que continue me segurando pra não subir com mãos que farão me jogo se tornar ruim e estragar o progresso.
    • Dicas para alinhar a cabeça no poker pensando apenas no jogo

      1 – Esqueça a forma com que você joga poker, esqueça preceitos conectados a livros simplórios ou conselhos do seu amigo que somente porque ganhou um torneio na vida se acha o Doyle Brunson.
      2 – Tire, extermine da sua cabeça qualquer teoria da conspiração ou piração em relação jogo, nada de superstição, nada de pensar pequeno e atrelar a culpa dos seus fracassos a terceiros. Esta é a razão para que pessoas ache que o líder sempre vence, que um jogador é mais sortudo que o outro, e etc etc etc. Esqueça tudo isto e pense apenas na natureza básica do jogo que é o que vamos falar de forma básica nesta série de artigos.
      3 – Este artigo será apenas o primeiro passo para você que esta começando, portanto, não seja preguiçoso ok? Não ache que somente porque leu você é o maior estudioso do mundo e agora “merece” ganhar. Não, nesta vida não tem almoço grátis, não tem ninguém te dando, portanto, tem que ralar malandro, e neste esporte assim como em qualquer esporte, tem que ralar muito. Use as diretrizes destes artigos que escreverei para você poder direcionar seus próximos passos e a sua mente para um formato lucrativo de se jogar poker, não use estes artigos como muletas.
      4 – Seja honesto com você mesmo, para de se enganar. Veja se você é capaz de entender este jogo da forma correta e depois veja se você é capaz de atuar da forma que os artigos indicarão, se você não é, não condene o jogo por causa disto, vá fazer outra coisa e jogue poker apenas por hobby. Jogar poker por hobby é um tesão, sem compromisso de ter que ganhar, sem cobrança, portanto, aproveite da melhor forma mas seja honesto.
      5 – Não ache que porque os outros tem sucesso que você também mereça. Deixa de ser invejoso e lute pelo que você pode e irá construir, sem pensar em quantos os outros estão construindo, a construção deles é resultado da ralação deles. Viver a vida na perspectiva do ganho dos outros é viver a vida drawing dead, veja o quanto o Bill Gates construiu e calcule se você vai conseguir o mesmo. Nem se você ganhar todos os Main Events da WSOP nos próximos 40 anos seguidos você não conseguirá. Não queira ser melhor que ninguém, queira ser melhor amanhã do que você foi hoje, isto talvez te leve a ser o melhor do mundo.
    • Hoje deixo para vocês algumas dicas para melhorar o jogo de quem ainda está no começo da vida no poker..

      - Nenhum jogador de poker é perfeito, e todos nós podemos melhorar. Aqui estão algumas das principais coisas em que devemos focar, se quisermos ser os melhores jogadores de poker que pudermos.
      - Não Seja um Jogador Passivo
      - Todos os melhores jogadores de poker online usam um estilo de jogo agressivo. Se funciona para eles, deve funcionar para você também.
      - Jogue Apenas as Melhores Mãos Iniciais
      - Jogar apenas as mãos iniciais mais fortes é uma ótima maneira de ter uma mão inicial começando na direção certa.
      - Aprenda a Usar a Matemática do Poker
      - O poker é um jogo de matemática – pura e simplesmente. Aprenda a usar os principais conceitos matemáticos em seu processo de tomada de decisões, e veja seus lucros subirem.
      - Foque nos Fatores Importantes para Vencer
      - Jogadores de poker perdedores focam em coisas que não são importantes para vencer. Para ser um verdadeiro vencedor ao jogar poker online, foque em aprimorar os fatores que realmente ajudarão seu jogo.
      - Veja Menos TV, Jogue Mais Poker
      - É divertido assistir poker na televisão, mas ele não é a realidade. Pare de tentar usar jogadas que você vê na TV e passe mais tempo na mesa de poker.
      - Alavanque Seus Pontos Fortes
      - Aprenda com quais habilidades você se sobressai e use-as tão frequentemente quanto possível. A maioria dos jogadores é forte em uma ou duas coisas, então use-as tanto quanto possível para ajudá-lo a ganhar muito.
      - Esteja Ciente De Suas Fraquezas
      - Nenhum jogador de poker é perfeito. Aprenda no que você não é bom e foque no aprimoramento. Enquanto isso, tente se colocar em situações onde sua fraqueza não se manifestará, custando seu dinheiro.
      - Pratique Contra Diferentes Tipos de Jogadores de Poker
      - Jogar contra diferentes tipos de jogadores de poker não somente torna o jogo mais emocionante, como também ajuda a aperfeiçoar seu jogo. Jogue contra jogadores passivos, agressivos, tight (conservativos) e loose (solto).
      - Veja o Poker em seu Contexto
      - Se olhar a situação do poker em sua totalidade e compreender que é apenas um jogo que você está jogando, e que ele pode ser vencido, você será capaz de prosperar jogando. Se pensar que é um desafio insuperável, o qual nunca irá dominar, você já está vencido.
      - Continue Jogando Quando As Coisas Ficarem Difíceis
      - Você passará por alguns momentos difíceis. Não pare de jogar – continue. Desistir nunca ajudou ninguém a atingir metas e não ajudará você a atingir as suas.

      As 10 dicas de poker acima não apenas irão ajudá-lo a vencer mais mãos de poker e aprimorar sua estratégia de poker online, como também o ajudarão a ter a mentalidade certa quando se trata de ganhar muito no poker online.

      The post was edited 1 time, last by daniloarcarodias ().

    • Um dos pontos que mais influencia as jogadas em uma mesa é o range que cada um possui, porque isso nos diz a provável situação de um determinado jogador em uma situação. Aqui vão alguns pontos a serem observados sobre esse assunto. Leiam, gravem e arrebentem nas mesas!



      1- Quem é a pessoa?!
      Um erro de quem está começando é esquecer que Poker acima de tudo é um jogo de pessoas, temos a variável “humana” que faz alguém tomar ou não tomar uma atitude, optar ou não optar por um caminho. Saber quem é a pessoa, o que ela está fazendo, como ela pensa o jogo, se ela é recreativa ou não, se ela almeja ser profissional ou se ela é extremamente bem sucedida em outra profissão e está ali apenas por diversão. Por isso o foco é tão importante, no jogo ao vivo temos a informação ali na nossa cara, podemos interagir de forma muito pessoal com todos, bater papo entre as mãos e usar isso a nosso favor, por esse motivo a gente sempre fala que é muito importante seu foco estar sempre na mesa, fora de celular ou até mesmo o sair para fumar. Cada frase, cada ação, cada showdown é uma informação que você terá na construção do range do adversário. Já no online, nós temos a vantagem de repassar mãos anteriores por causa do replay e também o bom e velho google, é só jogar lá o nick do citação com a palavra chave poker que vai aparecer um monte de coisa.

      2 – Posição
      Posição é um dos fatores mais importantes do Poker e muito de jogar ou não jogar uma mão é influenciado pela posição. Se temos mãos marginais, iremos foldar do inicio da mesa e provavelmente jogar quando roda em fold até nós naquelas posições de roubo (hijack, cutoff e botão), isso por que teremos menos adversários ainda por agir e normalmente estaremos “em posição” ou seja, eles terão que agir primeiro, por isso é um pepino defender os blinds, se você não dominar muito da técnica será muito deficitário. E o que tudo isso tem a ver com range?! A gente tem a análise da pessoa, sabe que ela é uma estudiosa do jogo, sabendo disso, ela jogará com um range mais curto que vai ficando mais amplo até chegar no botão, ou seja, você sabe que um Negreanu joga poucas mãos do UTG e muitas mãos do BTN, o range é fortíssimo do UTG e gigantesco (e com muitas mãos fracas) do BTN. Ahhhh, mas o “Senhor Silva lá do meu home game abre J3 do utg, quando não limpa, ótimo, vamos usar isso a nosso favor, sabemos que o range dele do começo da mesa também é fraco, azar o dele que muito das vezes estará fora de posição contra nós!

      3- Stack



      Stack é nosso patrimônio, e vou ousar dizer viu, é até mais importante que nossas cartas e nossa posição, por um motivo simples, com um stack grande podemos exercer todo tipo de criatividade e pressão nos adversários para fazerem eles foldarem, se estamos “gigantes” em fichas, nunca ficaremos em all in no turn ou no river, isso é jogabilidade e o que isso tem a ver com range?! Bom, a gente já conhece o Sr. João, já sabe como ele joga de cada posição (até mesmo se ele sabe o que é posição), o range do Seu João que nada sabe de Poker, do Ivey, meu, de quem quer que seja irá variar devido ao seu stack, como ele irá variar?! Ai depende das nossas leituras e de como usar essa informação a nosso favor. Quanto mais fichas temos, além de mais jogabilidade, também podemos correr mais riscos, sem afetar a nossa vida no torneio, ou seja, é a justificativa perfeita para a agressividade. Agora pensando no range, leque de cartas, se você está gigante no torneio, irá jogar mais mãos, até mesmo fora de posição, por que poderá exercer pressão nos demais e fazê-los foldar, poderá foldar alguns spots marginais também, afinal torneio é sobrevivência. Agora imagina o range de quem está short?! Se o cara estiver muito short ele será gigantesco, por um simples fato, ele precisa ir all in com urgência ou os blinds passarão por ele, em contrapartida será um range bastante curto quando se fala em termos de pos flop, afinal ele não tem mais jogabilidade, uma aposta no flop, será praticamente todo seu stack, então lucrativamente falando, o cara já descarta os suitedconnectors, as pares baixos que são mãos que para serem lucrativas, o famoso +Ev, precisamos de um stack saudável para jogar.
    • Nesse post vou passar minha opinião sobre o hero call e o blefe.

      Primeiro vamos ver o que é cada um desses termos.

      Hero call, traduzindo, chamada herói, assim dizendo dar um call heroico, na clareza para nós jogadores de poker, é pagar uma aposta quando só está ganhando de um blefe.
      Blefe, não tem tradução (rsrsrs), mas para um jogador de poker o blefe é ganhar as fichas do pote sem ter a melhor mão.
      O Hero Call é uma jogada avançada, que para ser aplicada com segurança você tem que conhecer bem o seu adversário e ter muita noção do quanto de fichas vai investir para não jogar fora um torneio. (cuidado) Muitas vezes o hero call pode ser ruim; Exemplo: Em um torneio eu abri uma mão em posição com As 5s , recebi o call do bb o flop veio 4s Ts 2d , check do bb eu C-bet, ele call turn 2c , ele check eu Second Barrel, ele call, no river 5d , ele check eu penso um pouco percebo que posso estar recebendo call do 4 ou de qualquer A com kiker bom, querendo me pegar blefando e vi que o 5 poderia ter valor, assim fiz um Overbet e tomei insta call, no Showdown o bb apresentou 3c 3s , o call dele é um hero call, pois só está ganhando do blefe e que nesta situação foi ruim.
      O Blefe, assim como o hero call também é uma jogada avançada que requer saber não passar tells, não desperdiçar fichas e não jogar um torneio fora. Quando você tentar blefar uma mão, tem que estar ciente que caso receba o call provavelmente vai perder a mão. Digo provavelmente, pois ao contrário do hero call o blefe as vezes pode ser bom, vou explicar: No mesmo exemplo acima, na maioria das vezes meu bet no river é blefe e não valor, aposto para tentar ter o fold dos pares de 6,7,8,9 ou até mesmo de T com kiker ruim, mas como no exemplo acima posso encontrar um desconfiado que me call com mãos piores que As 5s.
      Só para complementar. O exemplo acima, foi somente para poder explicar as duas jogadas, não é uma análise de mão. No exemplo eu aposto no river por conhecer o jogador do bb, sabendo que, caso ele estivesse T bom, uma trinca ou qualquer outra mão boa, não só pagaria minha aposta, mas sim me voltaria no flop ou no turn. A jogada correta no river é o check.
      Mas analise de mão não é o tema do nosso post...
      “Ah, na minha opinião, prefiro gastar fichas em um blefe ao invés de um hero call”.

    • MOVE-UP:

      - Motivação

      É muito importante para nossa carreira sentir que estamos evoluindo e que estamos prontos para enfrentar “um novo mundo”, é desafiador e nos da ainda mais vontade de estudar para tentar ganhar dos novos adversários.

      - Enfrentar jogadores melhores
      Ficar jogando “a vida inteira” contra jogadores que você “bate fácil” faz com que seu jogo não evolua tão bem, ir atrás de enfrentar jogadores melhores vai fazer você procurar soluções que não procuraria no nível que você já bate tranquilamente, e isso faz com que a evolução seja muito maior.

      - Se acostumar com a variação do dinheiro
      Poker envolve “arriscar dinheiro”, se você não se acostumar a “tomar pancada”, a ver o bankroll descer, a olhar pro bankroll como um número ao invés de dinheiro, você não vai conseguir lidar com a variância quando esses valores forem mais altos. Esses pequenos move ups fazem com que você perceba que é normal perder boa parte do capital e que seguindo uma estratégia segura isso não representa NENHUM PROBLEMA.

    • Sobre o Jogador Sit Out ...

      Em torneios de Poker muitas vezes os jogadores estão Sit Out. O torneio começou e os jogadores inscritos devem começar a jogar. Se um jogador inscrito não está presente suas fichas devem pagar o Blind e ante, sempre que necessário.
      O jogador Sit Out não está elegível para vencer uma mão. E quando acabar a distribuição de cartas pelo Dealer, o mesmo deve recolher as cartas do jogador Sit Out. Embora não possa vencer uma mão, o jogador Sit Out pode ficar ITM (in the money).
      O jogador pode ficar ausente do torneio desde o início do mesmo ou começar jogando, mas logo depois ter que se ausentar. As razões são variadas: ir ao banheiro, emergência familiar, entre outros.

      Muitas vezes isso acontece por algum contratempo no horário do jogador, mas em outras pode ser uma estratégia para ficar itm sem precisar perder seu tempo jogando, e assim atrapalhando os outros jogadores.
    • Existem quatro tipos mais conhecidos de jogadores de poker, e eles são:

      = Solto
      Quer dizer que os requisitos para este jogador colocar dinheiro no pote são mais baixos do que a média. Por exemplo, um jogador "solto" gosta de jogar mãos como K e 3 (do mesmo naipe) no pre-flop no Holdem e pode participar entre 30 e 100% dos Flops neste tipo de jogo.
      - ControladoÉ o oposto de "solto". O jogador "controlado" joga menos mãos por hora do que a média de seus oponentes. Isto pode resultar em que veja algo como 10% a 25% dos Flops no Holdem.
      - PassivosSão aqueles jogadores que raramente apostam. Eles estão felizes de Pagar e Correr, mas raramente são vistos fazendo Aumentos.
      - AgressivosSão aqueles jogadores que fazem Aumentos e Aumentos em cima de Aumentos muito mais frequentemente do que a média. Eles podem estar inclinados a fazer reraise enquanto no aguardo da carta para fechar um flush ou tendo 2 pares.

    • MOVE DOWN:

      - Não encare como um fracasso

      O move down é apenas parte do processo de evolução, não é nem melhor nem pior que o move-up e talvez seja até mais importante, já que são nas horas difíceis que a gente vê quem realmente ama o poker, quem realmente tem a disciplina e vontade para ter sucesso. Os que não conseguem dar esse passo e encará-lo com naturalidade, dificilmente vão construir uma carreira sólida.

      - Medida de segurança
      Nos permite manter um controle de bankroll agressivo sem risco de quebrar. Se não existir move-down, não existe move-up, então não sente e chore quanto precisar descer nível, fique feliz por ter a chance de subir rapidamente.

      - Retomar confiança
      Os move-ups muitas vezes são duros, e acabam minando nossa confiança (se não conseguimos ganhar logo no começo), fazendo move down voltamos pro limite que batemos com tranqüilidade, reconstruímos o bankroll e retomamos a confiança para subir novamente.
    • * 5 passos para vencer torneios turbo e hyper turbo * - Parte 1

      1.Entenda a Estrutura do torneio:
      É obrigatório aprender a jogar com poucas fichas


      É aquele velho ditado do poker: uma ficha, uma cadeira. Ou seja, enquanto possuir fichas, não deve desanimar, continue lutando. O aspecto psicológico, o aspecto da motivação, o aspecto da frustação é muito determinante no seu retorno.

      As vezes pode parecer que não vai fazer diferenças, mas faz. Pessoas controladas tendem a ir mais longe no poker. A gente tem que estar consciente e não gastar energia em situações que vai acontecer toda hora.

      Existem diferentes jogos de turbo, e de diferentes velocidades. Identificar a velocidade dos torneios, lhe permite mudar sua estratégia. Temos que estar conscientes da estrutura pois definirá nosso range. Definirá como podemos e devemos jogar. Entendendo o conceito em torneios turbos e hyper, podemos nos adaptar melhor.

      Em torneios turbos e hyper turbos, vemos menos mãos e naturalmente, vendo menos mãos a variância é maior. Então não dá pra ficar esperando cartas, devemos enxergar os spots para roubar fichas, abrir o range, para assim manter uma stack confortável para assim conseguirmos ir longe. Devemos estar extremamente conscientes do ritmo de jogo e o que será preciso de nós para jogar bem esses torneios.

      2.Busque informação sobre seus adversários e mantenha-se sempre atento ao número de Blinds e da posição de todos ou da maioria.


      Este ponto é de extrema importância. Este jogo é por posição e por stack. Não interessa tanto a nossa mão, mas sim a situação que está diante de nós. Sem duvidas vamos aproveitar a situação se uma mão de valor aparecer, porém nem sempre será assim. Devemos procurar oportunidades que nos permite conquistar alguma fichas.

      Isso quer dizer que baseado em sua stack, principalmente quando não estiver em risco, pode colocar sua stack toda na mesa contra jogadores com poucas fichas. Mesmo que eles paguem é eles que estão em risco e não você. Isso implica que por terem que colocar o torneio em risco, devem pagar com mãos de valor baseado em seu provável range. Se está situação acontecer na Bolha em um STG, então deve colocar o máximo de pressão em jogadores com poucas fichas.

      Está jogada é muito melhor que ficar abrindo para largar, já que os jogadores com poucas fichas, geralmente possuem uma ótima stack para aplicar o re-steal allin. Ao invés disso, se você colocar a pressão neles, ao invés deles colocarem a pressão em você, terá maiores êxitos em seu jogo.

      Se seu adversário é mais seguro, passivo, NIT, regulares, ótimo, são esses que tendem a largar mas, porém se o jogador é um pagador, ou um jogador agressivo ruim, estes tendem a pagar com maior frequência. Neste caso é melhor escolher bem o tipo de mãos que irá jogar contra eles.

      Estar atento a posição e imagem de todos, te permite adaptar da melhor forma a esses jogadores. Por isso é muito importante ter no mínimo a informação da imagem de seus adversários.

      Com uma quantidade de fichas maior, deve arriscar mais contra jogadores que não podem te tirar do STG ou MTT. Jogadores regulares abrem seu range, então devemos abrir o nosso, principalmente quando nós temos uma quantidade de fichas maior.
    • * 5 passos para vencer torneios turbo e hyper turbo * - Parte 2

      3.Não espera mãos de valor, aprenda a Levar os Blinds! Saiba Enxergar oportunidades.

      Jogado torneios e STg turbos e hyper turbos não dá pra ficar esperando mãos de valor se não os blinds te engolem. Procurar oportunidades para levar os Blinds é algo necessário e indispensável no poker.

      Um momento adequado para colocar pressão na mesa, é justamente quando existem jogadores com poucas fichas. Isso quer dizer que os jogadores vão evitar ficar entrando na ação, o que oferece oportunidades para conquistar algumas fichas extras. É muito importante conquistar Blinds. São eles que aliviam a pressão e permitem que sua stack permanece em um nível mais confortável.

      As mãos de valor não aparecem com frequência, por causa disso deve abrir mais o jogo, buscando momentos adequados para conquistar Blinds. Isto quer dizer que para conquistar Blinds adequadamente deve se basear nas stacks e como pode aproveitar das stacks menores, dos níveis dos jogadores e de sua imagem.

      Quando é bom conquistar Blinds com mãos ruins¿ Quando não nos comprometermos com o pote. Tendo margem para largar sua mão para todos os jogadores, você pode abrir com qualquer mão. Porém se tem um jogador com poucas fichas, vamos dizer 5 BBs e abro com 52, serei obrigado a mostrar minha mão, já que estou comprometido com o pote.

      Para conquistar Bllinds, observe as stacks de seus adversários, se eles possuírem mais de 10 BBs, temos margem para largar, o que implica que podemos tentar roubar os blinds dele. Um jogador agressivo, regular, ou bom jogador, tendem a aplicar diversas jogadas contra você, principalmente o resteal pré-flop. Sabendo disso, coloque pressão neles, não permitindo que eles coloquem pressão em você. Algo que gosto de fazer contra esses jogadores é estourar allin quando meu torneio não corre tantos riscos. Ficar com 8BBs, ou com 12BBs, não é de todo ruim. Ainda dá pra trabalhar e tentar voltar ao jogo.

      A dica é tente conquistar Blinds, caso contrário irá cair cedo, por não fazer a manutenção da stack.

      4.Saiba o momento certo de entrar allin com poucas fichas.

      Foque sempre em jogadores com menor número de fichas. Entenda que seu stack, mesmo estando reduzido, ainda pode roubar Bllinds.

      Vamos supor que os Blinds estão em 10K/20K com 1K de ante. Vilão tem 9BBs e você tem 7BBs. Você está no SB contra o BB, o que faz com J2?


      Muitos jogadores largam, porém não iremos fazer isso. Devemos ir pra cima. Quando estiver curto, quando as mãos pararem de vir, se veio o Gap para estourar com uma mão lixo, com uma mão com pouco valor, vou ter que mirar justamente no cara que vai ter margem de fold pra mim. Esses caras que vão largar. É neles que devemos nos focar.

      Quando a coisa fica ruim, e temos que arriscar, devemos mirar nos jogadores com poucas fichas que eles vão foldar, a não ser que eles estejam muito curto, então muitos deles com poucas fichas arriscam pois sabem de seu desespero.

      Na maioria dos casos ele vai foldar. Isso porque, não tem como ele pagar com 57, com 9T, porque vai acabar o torneio ou STG dele. Se ele der o call errado, acabou o torneio pra ele. O que implica que o mesmo sofre uma pressão maior, o que aumenta o leque de mãos das quais ele está largando. Mesmo que ele pague com mãos que estão em nossa frente, temos 33% de chances de ganhar, se não estivermos dominados contra mãos bem mais fortes como AJ, QQ+. Mesmo que nossa mão seja duas cartas lixos temos que arriscar. De fato, nesta situação é allin com qualquer duas cartas.

      Quando seus adversários não estão dispostos a arriscarem seu torneio, está é a oportunidade que você tanto estava esperando. Coloque pressão. É necessário conquistar esses blinds. Não deixe as oportunidades passarem.
    • * 5 passos para vencer torneios turbo e hyper turbo * - Parte 3 (Final)

      5.Não desista, mesmo sendo o jogador com poucas fichas. O importante é sempre estar vivo.

      Enquanto estiver vivo, existe a chance de conquistar uma parte da premiação. Ficar com poucas fichas faz parte do jogo. Se enfrentou um Cooler, se perdeu pra dois Outs, se jogou mal, não interessa, se ainda estiver vivo, deve lutar para conquistar os maiores pedaços da premiação.

      O sentimento de frustração neste momento é muito difícil de controlar, mas temos que controlar. Não devemos permitir que estrague nosso jogo, que influencie negativamente afetando assim o longo prazo. É ruim perder é, porém faz parte da vida. Porém perder o controle quando ainda existe chance, é o mesmo que desistir.

      Em um Torneio ou STG turbo com 5 Blinds ainda tem jogo. É uma estrutura rápida, e 5 Blinds podem se tornar 10. Não tem como fugir do jogo com poucas fichas em STg ou MTT turbo. É assim mesmo. Não se descontrole e não desista. Quem perde com atitudes assim é você mesmo. E se perder, evite subir de nível querendo recuperar. Quando isso acontecer ou diminuí seu buyin até se controlar novamente ou jogue novamente somente quando esfriar a cabeça. Jogar com o psicológico abalado irá te afetar negativamente e quem perde com esse tipo de atitude é você mesmo.



      Muitos jogadores se sentem confortáveis jogando torneios com tempo de blinds normal, mas isso os leva a ter um volume muito pequeno se comparado aos que jogam torneios turbo/hyper. Não é aconselhável mudar de uma vez para estes, mas sim ir se adaptando aos poucos e com o tempo ir aumentando as telas para poder aumentar a lucratividade.

    • Porque as tells ainda são importantes

      Uma das coisas mais legais e importantes no Poker é enganar o seu adversário. Seja com um blefe, com uma jogada muito boa ou por meio de “pistas” falsas dadas a eles, o que nós chamamos de tells. A tell nada mais é do que uma ação, por meios de diversos movimentos, que dá pistas ou dicas sobre a sua mão ou sobre as cartas do seu oponente. Mesmo com toda a popularidade do Poker, vamos mostrar porque as tells ainda são importantes no jogo.

      Esses movimentos são muito importantes durante a prática do Poker. É com eles que você consegue mais facilmente ganhar uma mão do seu adversário. E, isso vale tanto para o Poker online quanto para o ao vivo. Óbvio que cada um possui a sua particularidade, mas em ambos o conceito e o objetivo são os mesmos.
      Vamos concordar que cada jogador de Poker possui seu estilo e sua maneira de jogar. Uns blefam mais, outros são mais quietos, alguns são mais agressivos e alguns são mais descontraídos à mesa. Mas, todos utilizam diferente situações e tells para tentar ou esconder a força da sua mão ou tentar descobrir a do seu oponente. Dessa forma, vamos a alguns exemplos de tells que podem ajudar você a ganhar mais mãos daqui para frente.
      • Velocidade para pensar em uma jogada
      • Esconder o rosto com blusa
      • Utilizar óculos
      • Se fantasiar (SIM!)
      • Colocar o fone para se concentrar e não dar dicas de mão
      • Falar muito
      • Mostrar desinteresse na mão
      Esses são exemplos básicos e iniciais. Em outro momento podemos conversar com calma sobre cada uma dessas tells. De qualquer forma, pensando nas tells acima, temos algumas dicas e explicações sobre como elas podem ser importantes para você.

      Pense. Pense bastante.

      O Poker é um jogo dinâmico. Sabemos que, às vezes, as mãos iniciais de um torneio são jogadas mais rapidamente. E, é aí que você pode começar a gerenciar e aprimorar suastells ou perceber melhor as de seu adversário.
      Geralmente, uma aposta colocada de forma rápida é sinal de fraqueza. E, uma açãodemorada demonstra sinal de força, pois ali o jogador está calculando com bastante calma a sua estratégia, aposta e movimentos futuros para a jogada. Comece a observar isso.

      Sendo assim, comece a fazer anotações ou notas mentais dessas ações. Uma dica: se a mão for até o showdown, revise a jogada, o tempo e as tells dos jogadores para começar aidentificar determinados padrões. E isso vale tanto para o seu adversário quanto para você, claro. Nossa dica é começar a utilizar a mesma velocidade para todas as jogadas que for fazer, assim suas tells serão cada vez menos identificadas por outros jogadores.

      Tells falsas
      O ponto é: vamos enganar. E, indicando tells ou dicas falsas aos seus adversários te ajudará a passar um belo blefe ou conseguir ainda mais fichas dele. Todos nós sabemos que o Poker é um jogo de pessoas e saber como manipular o pensamento dos outros jogadores facilita muito o seu jogo. Como dissemos, com a popularidade de materiais e da transmissão dos jogos de Poker, muitas tells ficaram banalizadas e expostas a todo mundo. Aqui, você pode levar esse ponto a seu a favor.
      Ou seja, a partir de agora “fraco é forte”, “sorriso é mão fraca” e “nervosismo é tranquilidade”. Dessa forma, você passará uma impressão totalmente errada sobre a sua mão e poderá ter mais tempo e abertura para boas jogadas. A dica é escolher o momento certo para tentar induzir o adversário ao erro. Assim você não fica marcado e pode utilizar dessa situação por mais vezes.

      Converse. Converse.

      O Poker, mesmo sendo um esporte individual, acaba sendo uma grande festa social. Em um torneio ao vivo, por exemplo, todo mundo se fala e se conhece. Alguns se tornam grandes amigos. E é aqui que você começa a ganhar. Comece a observar os que falam muito ou pouco durante uma mão. Esta pode ser uma tell muito importante para o seu próximo movimento. Se um jogador estiver muito quieto ele poderá estar com ótimas cartas na mão e estar concentrado para as futuras jogadas. E, se começar a conversar, pode estar passando um blefe escondendo uma mão muito fraca e tentando passar uma confiança muito grande de que ele já ganhou a mão.